Nossos serviços – seus benefícios.

Junto com a MAHLE, colaboradores dedicados seguem seu próprio caminho, com um objetivo comum: o desempenho. Desempenho para MAHLE e também para suas próprias carreiras. Estamos convencidos disto e provamos isto de acordo com a nossa filosofia "impulsionados pela performance".

  • Aline Faria

    Chefe de Administração

    de Compras

    Mogi Guaçu / Jundiaí

    na MAHLE desde 2002

    Aline Faria

    Chefe de Administração

    de Compras

    Mogi Guaçu / Jundiaí

    na MAHLE desde 2002

    “Iniciei na MAHLE aos 16 anos, como jovem aprendiz, já na área de Compras, e tive oportunidade para uma vaga de estágio com a mesma equipe de Mogi Guaçu. Foi aí que comecei a cursar Administração de Empresas com ênfase em Comércio Exterior e, depois de um ano, fui efetivada. Com a aquisição de várias empresas, participei da introdução dos processos de compras nestas novas unidades também. Hoje, tenho 26 anos e atuo como supervisora de compras em Mogi Guaçu e também em Jundiaí e tenho uma rotina bastante dinâmica.

    A MAHLE é uma multinacional e líder de mercado de componentes de motores e está crescendo cada vez mais na área de filtros. Por isso é uma empresa muito desejada para se trabalhar. Iniciei a minha carreira profissional já com o objetivo de trabalhar na MAHLE e consegui. Sempre tenho oportunidades desafiadoras e a gestão tem cada vez mais provocado isso nos colaboradores. Os meus dez anos aqui se resumem em perseverança e planejamento.”

  • Marcos Clemente

    Gerente de Desenvolvimento Experimental

    Jundiaí

    na MAHLE desde 1987

    Marcos Clemente

    Gerente de Desenvolvimento Experimental

    Jundiaí

    na MAHLE desde 1987

    “Sou Engenheiro Mecânico de formação e iniciei minha carreira em outras empresas do mesmo segmento da MAHLE. Em 1987 recebi um convite para trabalhar no Centro de Pesquisas da Metal Leve, época em que a empresa também me deu oportunidade para cursar o mestrado. Em 1992 fui para os Estados Unidos trabalhar no Centro Tecnológico de Ann Arbor, levando tecnologias desenvolvidas no Brasil para lá. Em 1996 a MAHLE comprou a Metal Leve e, no ano seguinte, a Cofap, tomando a decisão de unificar o Centro Tecnológico destas duas empresas. Com o seu crescimento e outras aquisições, em 2008 foi inaugurado o Centro Tecnológico de Jundiaí onde, desde então, eu trabalho.

    A MAHLE é uma empresa que sempre permitiu o desenvolvimento das pessoas em termos de oportunidades de treinamento, de capacitação e, é uma empresa que dá as condições para desenvolver projetos desafiadores e inovadores e sempre primou pelo investimento em tecnologia.”

  • Erik Alves

    Supervisor de Engenharia

    São Bernardo do Campo

    na MAHLE desde 1994.

    Erik Alves

    Supervisor de Engenharia

    São Bernardo do Campo

    na MAHLE desde 1994.

    “Atualmente sou responsável pelas áreas de Engenharia de Processo e Desenvolvimento de Ferramentas. Estive na MAHLE em dois períodos. A primeira vez foi em 1994, em Santo Amaro, na área de pistões. Fiz estágio técnico por um ano e depois saí para cursar a faculdade em período integral. Em 1996 entrei de novo na empresa como Estagiário de tecnologia, agora em São Bernardo. Daí para frente tive a oportunidade de me formar em Engenharia e terminar uma Pós-Graduação. No total são 15 anos de empresa.

    Sempre gostei muito de trabalhar na MAHLE. Tudo o que eu faço, faço com bastante amor e carinho. Sempre tive a visão que, conhecimento é uma das chaves do sucesso. Independente de cargo, status ou salário, o conhecimento nos permite resolver problemas, entender pessoas, enfrentar desafios e fazer disso a sua motivação para o dia a dia. Quando a gente faz o que gosta e se esforça para fazer as coisas acontecerem, o resultado vem naturalmente. É isso que eu carrego comigo e é isso que eu carrego para a minha carreira.

    Sem dúvida, todo conhecimento adquirido e o trabalho realizado ao longo desses anos, vem dando frutos a cada ano e é essa a minha motivação para melhorar ainda mais e seguir em frente".

  • André Ferrarese

    Gerente de Inovação

    Jundiaí

    na MAHLE desde 1999.

    André Ferrarese

    Gerente de Inovação

    Jundiaí

    na MAHLE desde 1999.

    “Basicamente a minha experiência profissional está ligada à MAHLE. Entrei como estagiário em 1999, já na área de pesquisa e desenvolvimento. Em 2006 me tornei um especialista mundial de anéis e pistão e, recentemente, fiz a transição para a área de Gerenciamento da Inovação. Sou mestre em Engenharia Mecânica.

    Em especial, uma coisa que eu relaciono muito à MAHLE é a liberdade para aprender. Sempre tive um rico incentivo da empresa em estar sempre me reciclando, fazendo o mestrado, um curso de pós-graduação e agora um doutorado. Tive também a chance de viver um tempo na Alemanha, quando cresci muito em contato com uma cultura bastante diferente.”

  • Francisca de Sousa

    Gerente Depto. Recursos

    Humanos

    São Bernardo do Campo

    na MAHLE desde 1993.

    Francisca de Sousa

    Gerente Depto. Recursos

    Humanos

    São Bernardo do Campo

    na MAHLE desde 1993.

    “Ingressei no Grupo MAHLE como estagiária de Recrutamento e Seleção, na unidade de São Bernardo do Campo. Em 1999 fui transferida para a MAHLE Cofap, em Mauá, quando o grupo assumiu o negócio anéis. Em 2003 fui para Santo Amaro, antiga unidade de pistões e lá permaneci até 2008, quando finalizamos o processo de mudança da estrutura para Jundiaí, que hoje é o Tech Center. Em 2008 retornei para a unidade de São Bernardo.

    Minha relação de amor com a MAHLE já dura 19 anos. Permaneço aqui porque admiro esta empresa: por sua marca forte no mercado, seus produtos com muita tecnologia e qualidade, pelas grandes oportunidades e vivências que ela me ofereceu ao longo de todos estes anos e, principalmente, porque ela me propiciou um grande crescimento profissional e pessoal. Eu trabalho em uma empresa bem sucedida, de sucesso e renome mundial em seu segmento.

    Acredito ainda, que meu trabalho e os propósitos de Recursos Humanos vêm contribuindo para um mundo melhor, com mais ética, educação, saúde, carinho em nossas relações e valorização do ser humano. Tenho muita satisfação e orgulho de trabalhar na MAHLE.”

  • Gleice Urtado

    Chefe de Controladoria

    Mogi Guaçu

    na MAHLE desde 2000.

    Gleice Urtado

    Chefe de Controladoria

    Mogi Guaçu

    na MAHLE desde 2000.

    “Estou na MAHLE há 12 anos. Comecei como estagiária, quando ainda cursava o primeiro ano da faculdade de Administração de Empresas. Desde o início trabalhei no departamento de Controladoria Corporativa, que ainda estava nascendo dentro da empresa.

    Com o passar dos anos a área foi evoluindo e eu acompanhei este crescimento. Um certo dia, meu gestor, que era alemão, lançou o desafio para eu trabalhar na Alemanha. Lá fiquei por três anos e meio, ganhei muita experiência e aproveitei a chance única de trabalhar em outro país. Voltei ao Brasil em maio de 2011 no cargo de supervisora de controladoria. Pouco tempo depois, fui promovida a chefe.

    A MAHLE foi meu primeiro emprego e posso afirmar que tive muitas oportunidades aqui dentro. No nosso departamento somos livres para trabalhar da melhor maneira, isso nos faz crescer, aprender coisas diferentes e ganhar o nosso espaço.”

  • Marcelo Morgon

    Supervisor de Marketing

    Limeira

    na MAHLE desde 1995.

    Marcelo Morgon

    Supervisor de Marketing

    Limeira

    na MAHLE desde 1995.

    “Iniciei na MAHLE em 1995, em Mogi Guaçu, na área de Marketing. Comecei como patrulheiro, com 15 anos. Em 1998 passei a estagiário e em 2002 fui efetivado. Em 2007 fui para a Austrália para um período de estudos e na volta, recebi um convite para trabalhar na área de Marketing da MAHLE Argentina, onde fiquei até 2010. No retorno ao Brasil, exerci o cargo de analista de exportação e recentemente assumi a posição de Supervisor de Marketing.

    As experiências internacionais foram excelentes. Pude, por exemplo, aprender com mais facilidade outros idiomas além de ter contatos com pessoas diferentes, áreas diferentes. O meu caminho foi de muita realização dentro da MAHLE. Se eu estou onde estou é porque realmente a empresa me deu oportunidades.”

  • Pedro Donizete Martins

    Chefe de Produção

    Mogi Guaçu

    na MAHLE desde 1980.

    Pedro Donizete Martins

    Chefe de Produção

    Mogi Guaçu

    na MAHLE desde 1980.

    “Entrei na MAHLE no final de 1980, trabalhando nas áreas de Pistões e Bielas na unidade de Mogi Guaçu. Depois, fui para São Paulo, quando a MAHLE adquiriu a Metal Leve. Passado um período, voltei para Mogi Guaçu, para trabalhar na área de Filtros.

    A MAHLE me deu oportunidade de estudar, de conhecer novas tecnologias e de viajar. Pela empresa, fui para a Alemanha, Áustria e Estados Unidos. Nestes países, participei de treinamentos e também ajudei na instalação de novas máquinas.

    Tenho 51 anos e estou na empresa há 32. De auxiliar a chefe de produção, sempre me dediquei muito à empresa. Ajudei a iniciar a fabricação de filtros há 10 anos e hoje, o modelo flex representa 90% do mercado.

    Tenho prazer em trabalhar na MAHLE e devolvo a ela a minha gratidão em forma de trabalho. Tenho duas filhas e faço questão de passar esses valores a elas.”

  • Rodrigo Luiz de Gouvea

    Engenheiro de Aplicação

    Jundiaí

    na MAHLE desde 2000.

    Rodrigo Luiz de Gouvea

    Engenheiro de Aplicação

    Jundiaí

    na MAHLE desde 2000.

    “Sou formado em Engenharia Mecânica. Entrei na MAHLE no começo do ano 2000 num programa de trainees. No começo foram dez meses de treinamento no Brasil, passando por todas as unidades fabris da empresa. Depois, entrei no departamento de Pesquisa e, após seis anos, consegui uma oportunidade para trabalhar na matriz da MAHLE na Alemanha, e lá fiquei por cinco anos. Em junho de 2011 retornei ao Brasil, para a unidade de Jundiaí, completando 12 anos de empresa.

    Um ponto positivo da MAHLE é a oportunidade de interação com outras unidades mundiais, outras culturas e outras línguas. Em termos de desenvolvimento de carreira, a MAHLE oferece isso para quem procura. É uma bagagem profissional e pessoal muito grande, uma experiência muito positiva.”

  • João Vitor Zanesco

    Plant Manager e Coordenador Global Tecnologia de

    Processos de Anéis

    Itajubá

    na MAHLE desde 1984.

    João Vitor Zanesco

    Plant Manager e Coordenador Global Tecnologia de

    Processos de Anéis

    Itajubá

    na MAHLE desde 1984.

    “Em 1984 iniciei minha carreira na MAHLE na área de Engenharia de Manufatura de anéis, passando posteriormente para Tecnologia de Processos e Produção, quando fui transferido para a unidade de Itajubá, para apoiar a sua expansão. Em 2001 assumi a operação e de lá para cá passamos por vários desafios. Em 2010 passei a acumular a nova função de coordenador técnico global para anéis de pistão e hoje, exerço as duas atividades.

    Tenho aqui todas as oportunidades para minha realização profissional e em vários aspectos pessoais. A MAHLE tem um programa de desenvolvimento comparável com qualquer empresa do mesmo porte. As oportunidades são oferecidas para nossa atuação de forma empreendedora, com liberdade para apresentar soluções e com uma política robusta de investimento que, além de proporcionar um crescimento diversificado, assegura a longevidade do negócio. A MAHLE também tem uma política de responsabilidade social bastante eficaz, proporcionando para todos nós oportunidades relevantes para nossa atuação em projetos sociais em diferentes áreas.”

  • Adalto Bispo

    Chefe Área Fiscal

    Mogi Guaçu

    na MAHLE desde 1994.

    Adalto Bispo

    Chefe Área Fiscal

    Mogi Guaçu

    na MAHLE desde 1994.

    “Sou formando em Ciências Contábeis e Iniciei minha carreira na Metal Leve em Santo Amaro há 18 anos. Em 1998 fui transferido para a unidade de Mogi Guaçu e dentro da própria empresa, fiz uma pós-graduação de Gestão de Negócios. De lá para cá a MAHLE cresceu, adquiriu outras empresas em diferentes estados e países e trabalhei por um período em algumas delas.

    Vejo o meu trabalho na MAHLE como uma constante renovação. A área fiscal, assim como muitas outras, está absorvendo novas tecnologias e conhecê-las renova o nosso conhecimento.

    Profissionalmente, minha carreira vem sendo bem dinâmica, o que deixa qualquer profissional muito satisfeito. São responsabilidades que são bem reconhecidas. Pessoalmente, foi um desafio. Cresci muito e aprendi a lidar com a diversidade trabalhando em diferentes lugares.”

Escolha seu idioma

Procurar vagas

Go